Criamos Experiências Interativas e Relevantes Aproximando pessoas e marcas, gerando relacionamentos e negócio



O piloto de avião Santiago Borja Lopez trabalha na companhia áerea Ecuador Airlines, o que lhe dá a oportunidade de ver o céu sob um ponto de vista totalmente diferente do nosso.Como está constantemente nas nuvens, Santiago aproveita para capturar as incríveis vistas.

Entre as fotos de seu Instagram, estão tempestades magistrais e raios assustadores. Para ele, o fato mais bonito sobre as imagens é que podermos admirar as descargas elétricas ao mesmo tempo em que sentimos a tranquilidade das nuvens ao redor.

  (Foto: Reprodução/Santiago Borja)

  (Foto: Reprodução/Santiago Borja)

  (Foto: Reprodução/Santiago Borja)

  (Foto: Reprodução/Santiago Borja)

Fonte: https://goo.gl/3QcUJy
Depois que Keith Richards encarnou o pai do capitão Jack Sparrow em Piratas do Caribe, só haveria mesmo um nome à altura do guitarrista dos Rolling Stones a participar do novo filme da franquia: Paul McCartney. E a primeira foto do lendário baixista dos Beatles em Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar foi enfim divulgada, nas redes sociais do próprio Paul – e o resultado é sensacional.


“Vida de pirata”, diz a hashtag em seu post. Segundo consta, Paul viverá um pirata carcereiro, e terá ao menos uma cena importante no filme. Junta-se a Paul o ator Javier Bardem, que viverá o vilão Salazar, líder de um exército de piratas fantasmas disposto a aniquilar com todos os piratas da face da Terra no quinto filme da série.

PaulPirata5

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar levantará a inevitável pergunta, despertando a velha disputa entre Beatles e Rolling Stones: quem ficou melhor como pirata? Keith Richards ou Paul McCartney? O filme estreia no Brasil no dia 25 de maio.

McCartney new video

Fonte: https://goo.gl/PMwP9K



Por anos, uma das características mais conhecidas do Google era permitir que seus funcionários reservassem um horário no expediente normal para desenvolverem projetos paralelos ousados que poderiam ou não ser incorporados ao portfólio de produtos da empresa.
O que nem todo mundo sabe é que a Microsoft possui uma iniciativa semelhante intitulada Garage, uma plataforma criada para oferecer aos funcionários de todos os segmentos da empresa e colaboradores uma oportunidade de compartilhar e construir projetos fora do dia a dia.
Nem todo projeto do Garage cresce a ponto de se tornar uma aplicação comercial, mas todos tem um espaço de colaboração e desenvolvimento para evoluírem com liberdade. Recentemente, a Microsoft vem dado uma maior visibilidade a esses projetos, para que sejam submetidos também ao crivo da comunidade de usuários. Selecionamos aqui dez projetos que merecem sua atenção. Alguns deles já foram aprovados e lançados como produtos finalizados, enquanto outros ainda aguardam seu merecido lugar ao Sol.

1) Journeys & Notes



Esse projeto experimental pode parecer a princípio ser mais um aplicativo de viagem, com dicas de destinos. Mas é exatamente o contrário: é um guia de trajetos, um “aplicativo social para o espaço entre a origem e um destino”. Trata-se de uma espécie de rede social onde viajantes que percorrem o mesmo percurso podem compartilhar seu conhecimento sobre o caminho.
Journeys & Notes já foi lançado como um aplicativo para Android. Através dele, usuários podem guardar anotações sobre o caminho, cadastrar conselhos e registrar os pontos do trajeto ao longo da jornada.


A proposta deste projeto é automatizar e sistematizar algo que todos nós já fazemos rotineiramente: uma rede de recomendações. Quando se precisa de um mecânico para o carro, um eletricista ou um advogado, todos nós preferimos confiar em alguém que já prestou um bom serviço para uma pessoa conhecida.
Esse aplicativo foi lançado para o Windows Phone e serve como um portal de recomendações de serviços profissionais baseado em sua rede de contatos. Se não conseguir encontrar uma recomendação entre conhecidos, pode ser utilizada a rede global do Home Team por sugestões e avaliações. O aplicativo também pode se integrar com o Facebook.

3) Plumbago


A Microsoft continua perseguindo a meta de transportar para um dispositivo eletrônico a simplicidade de um caderno, seja para anotações, seja para desenhos e a plataforma Surface é mais uma tentativa nessa direção. Esse projeto busca funcionar como um complemento robusto para a criatividade, associando facilidade de uso com ferramentas poderosas.
Plumbago expande a utilidade do Surface com diversas funcionalidades, como “papel infinito” e aprimoramento de texto escrito à mão e outros recursos que não estariam disponíveis em um caderno convencional..

4) Social Share


Esse projeto combina Powerpoint com redes sociais, para quem precisa ou curte compartilhar seus arquivos. Esse plugin se integra com o aplicativo do Office para facilitar e muito a prática de compartilhar apresentações no Twitter ou no Facebook.
O Social Share permite que você compartilhe seu trabalho como álbuns, vídeos ou links através do OneDrive. Para quem não quer compartilhar a apresentação inteira, pode escolher slides individuais e convertê-los automaticamente como imagens.
Uma outra funcionalidade do plugin é fazer o caminho inverso, trazendo comentários e curtidas das redes sociais para dentro do Powerpoint.

5) Arrow


A Microsoft tem investido pesado para penetrar nas plataformas móveis e esse projeto é um claro sinal do interesse da empresa: ele é um launcher para Android criado com a intenção de tornar ainda mais acessível e fácil de usar a interface do sistema do Google.
Arrow é dotado de uma inteligência que aprende como o usuário utiliza seu smartphone ao longo do tempo e se adapta para tornar as tarefas mais fáceis. Aplicativos são rearranjados na tela baseado nos hábitos de uso, assim como contatos mais frequentes e arquivos e ligações mais recentes.

6) AutoTag ‘n Search My Photos


O Facebook possui um sofisticado sistema de reconhecimento de fotos, capaz de identificar seus amigos que aparecem em cada imagem. Mas, por que não trazer essa mesma tecnologia para sua biblioteca de fotos salva no computador ou na nuvem?
Esse projeto experimental se integra com sua conta no Facebook e reaproveita a tecnologia para marcar pessoas em sua coleção de fotos aprendendo a reconhecer os rostos. Baseado no que assimila do Facebook, o AutoTag vai automaticamente marcando todas as fotos salvas na pasta de imagens do disco rígido, assim como no OneDrive.
Quanto mais imagens marcadas no Facebook, mais preciso se torna o reconhecimento do aplicativo.

7) FindTime


Quem nunca tentou marcar um encontro ou uma reunião apenas para descobrir o quão difícil é encontrar um horário que satisfaça a todos os envolvidos? O FindTime se propõe a fazer o que seu nome diz: encontrar tempo para que um evento aconteça. Os convidados sugerem sua disponibilidade e votam sobre as melhores propostas. A partir dos resultados, o aplicativo envia automaticamente um convite para os participantes da lista.
O projeto experimental foi integrado com o Outlook em Dezembro de 2015, de forma que os usuários podem enviar e responder através de email para ativar o sistema. Mas o aplicativo também oferece um serviço online acessível de qualquer dispositivo.

8) Snip


A boa e velha captura de tela permanece imutável há décadas, mas esse projeto experimental adiciona funcionalidades extras a uma tarefa que todo mundo pratica. Com esse aplicativo, é possível adicionar comentários e até desenhos, antes de enviar o resultado final.
O Snip tampouco tenta acrescentar uma complexidade desnecessária ao processo: basta clicar e arrastar o mouse para capturar uma janela na tela. A partir daí, anotações e marcações ou mesmo comentários narrados podem ser acrescentados com igual facilidade. Dependendo do formato, o arquivo pode ser enviado como uma URL, copiado e colado ou mesmo enviado como um clipe de MP4.

9) InstaNote


Esse projeto foi idealizado como uma alternativa ao hábito de fazer anotações em reuniões. Embora importantes, é possível que se perca um pouco de atenção no que está sendo dito enquanto se está escrevendo, seja em caderno ou aplicação.
InstaNote visa substituir a anotação por um registro em áudio da reunião, mas sem precisar registrar o encontro inteiro, embora esteja sempre ativo.Quando o usuário ouve algo importante, ele seleciona uma das categorias presentes no aplicativo, para salvar os últimos 30 segundos de gravação.
Os registros podem ser enviados por email através da própria plataforma ou salvos na nuvem, com o OneDrive.

10) Mouse Without Borders


A proposta desse projeto experimental é oferecer aos usuários de PC a possibilidade de operar múltiplos dispositivos com uma única combinação de mouse e teclado, arrastando e soltando conteúdo, copiando e colando entre diferentes computadores.
Para quem trabalha com diferentes computadores ou servidores no mesmo ambiente, ou alterna entre um computador e um laptop, o Mouse Without Borders funciona como uma tábua de salvação.

Nova ação da marcas analisou que brasileiros enfrentam dificuldades para acompanhar as partidas ao vivo do campeonato




Após identificar, por meio de social listening, que muitos fãs brasileiros da UEFA Champions League enfrentam dificuldades para acompanhar as partidas ao vivo do campeonato — já que acontecem em horário comercial, no País –,  a Heineken lança a campanha The Timezone.
Nela, dois funcionários, flagrados pelo RH de sua empresa assistindo ao campeonato em seus computadores, são convocados para uma conversa formal com o diretor da área que descobriu o ato. Porém, esperando más notícias, ambos recebem um convite de Heineken para viverem um dia no fuso horário da Europa. No final, os participantes são premiados com a chance de assistirem a final do campeonato, em Cardiff, no País de Gales, pelas mãos de Deco, ex-jogador e bicampeão da UEFA Champions League.
A ação, que é uma criação da Publicis Brasil, foi realizada no escritório da marca de pneus Pirelli. O filme será ativado nas redes sociais de Heineken. Confira:



Esticar a área de atuação das empresas nem sempre é garantia de sucesso ou retorno monetário. O terreno para se estender uma marca é tênue, algumas vezes difícil e às vezes não faz muito sentido, mesmo. Aqui, reunimos alguns dos fracassos que resultaram das tentativas de algumas empresas em expandir seus produtos no setor alimentício. Todos atentos?
Iogurte - Cosmopolitan
Em 1999, o pessoal da revista Cosmopolitan teve uma ideia: entrar no ramo de alimentos. Mulheres gostam de Cosmo, mulheres gostam de iogurte.... provavelmente gostariam do Cosmo iogurte, certo? Bom, nem tanto, o produto saiu das prateleiras tão rápido quanto chegou.

Limonada Frito Lay - PepsiCo
Quem não fica com sede ao comer salgadinhos? Apesar de ser algo aparentemente lógico (acompanhar um lanche com uma bebida), quando Frito-Lay (PepsiCo) lançou sua limonada, o produto ficou estacionado nas prateleiras dos mercados. Do ponto de vista do consumidores, a "bebida doce e frutada” tinha  “pouca conexão com outros produtos Frito-Lay". 


Ketchup colorido – Heinz
O ketchup Heinz é um ícone mundial. Por que mexer com ele? Foi exatamente o que a Heinz decidiu fazer em 2000, quando virou o mundo do ketchup de cabeça para baixo no lançamento do produto nas versões roxa, rosa, laranja,verde, azul esverdeado e por fim, azul.
A primeira entrada de cor foi o 'Blastin' Green, criado como um ketchup promocional em apoio ao primeiro filme de Shrek - as mães e crianças vieram correndo. Cada nova cor resultou no aumento do volume de vendas. Segundo o Fast Company, “25 milhões de garrafas de ketchup colorido foram vendidas, ajudando a Heinz a conquistar um máximo histórico de 60% do mercado de ketchup dos EUA, antes de as vendas terem diminuído, resultando na retirada da marca EZ Squirt das prateleiras até janeiro de 2006”.


Colgate Kitchen Entrées - Colgate
Em 2013, a Colgate, famosa marca de cremes dentais, apesar de ter, entre outros, produtos voltados para o cuidado pessoal, limpeza do lar e nutrição animal em geral, optou por usar o mesmo nome para produzir jantares congelados, o que simplesmente, não funcionou. Rumores indicam que a tentativa de aproximar alimentação com creme dental não foi uma boa ideia.

Cocaine High Energy Drink – Redux Beverages
Esta não é extensão, mas é no mínimo, inusitada: A Redux Beverages criou uma bebida energética e chamou-a de "cocaína". É sério! Alguém pensou ser uma boa ideia nomear uma bebida em homenagem a uma droga ilegal. Para Jamey Kirby, inventor da bebida, “quando uma pessoa vê o nome da bebida, algum efeito psicológico acontece e a pessoa já está experimentando o zumbido de energia antes mesmo de abrir a lata". Os fabricantes da bebida afirmam que é 350% mais forte que o energético Red Bull.



Você já deve ter se perguntado para que servem as teclas F1 a F12, que ficam no topo do teclado. As chamadas teclas de função (daí o "F") ocultam atalhos úteis, que aceleram o uso dos principais programas dos computadores. Abaixo o mapa da mina para você ganhar produtividade:






Fontehttps://goo.gl/kkYIuq

Casa em Tóquio foi feita com 2 mil peças de diferentes guloseimas.






Uma casa feita de doces foi construída em Tóquio para celebrar uma série de três feriados nacionais em dias consecutivos neste começo de maio -dia 3, o Dia da Constituição, dia 4, o Dia do Verde, e dia 5, o Dia das Crianças.

A casa, que fica no distrito de Jiyugaoka, tem três metros de altura e é feita de cerca de 2 mil unidades de bolos, biscoitos e pão.



Japão tem casa feita de doces para comemorar feriados nacionais (Foto: Shizuo Kambayashi/AP) 


 Japão tem casa feita de doces para comemorar feriados nacionais (Foto: Shizuo Kambayashi/AP)



Japão tem casa feita de doces para comemorar feriados nacionais (Foto: Shizuo Kambayashi/AP)


author
Commit Design
Agência Digital em São Paulo e Curitiba