Criamos Experiências Interativas e Relevantes Aproximando pessoas e marcas, gerando relacionamentos e negócio


Para divulgar o jogo “Star Wars: Battlefront II”, a Sony PlayStation criou um vídeo que explora a rivalidade crescente e eterna entre um menino e uma menina, que mesmo na fase adultos não deixam de agir como representantes do lado Jedi e do lado negro da força.


O vídeo é criação da BBH New York, com direção de Wayne McClammy. Enquanto o menino já começa o vídeo brincando de “Eu sou Like Skywalker”, sua nova vizinha toda de preto, já chega com a mudança carregando um boneco do Darth Vader nas mãos.

A rivalidade entre os dois só cresce ao longo do anos até o momento de uma batalha (virtual) final.

“Star Wars: Battlefront II” será lançado oficialmente no dia 17 de novembro para PlayStation 4, Xbox One e PC.

Agora as mulheres na Arábia Saudita poderão dirigir. A permissão, finalmente "dada" pelo Rei Salman em setembro (após muita luta), foi comemorada pela Coca-Cola. A campanha “Change Has A Taste”, “A Mudança Tem um Sabor” em português se relaciona com o atual slogan global da marca "Tente o sentimento". O video de um minuto se inicia com um pai e sua filha mudando de assento para que ela vá para o banco do motorista. O pai, então, entrega as chaves e a aula começa. Entre arrancadas e freiadas bruscas, ele tem uma ideia de como ajudar sua filha a dirigir de forma mais suave.


Nas redes sociais, alguns consumidores parabenizaram a marca por se posicionar, enquanto outros disseram que se trata de “exploração financeira sobre os direitos das mulheres” para obter ganhos comerciais.

Omar Bennis, diretor de assuntos públicos da marca falou sobre a campanha: "A Coca-Cola continua seu legado de celebrar mudanças sociais e culturais positivas em suas campanhas publicitárias, lançando um anúncio atual e atualizado no Oriente Médio", e adicionou:"A campanha aborda os valores da marca em torno da diversidade e da inclusão e alinha-se ao compromisso da Coca-Cola para permitir o empoderamento econômico das mulheres".


Sejamos sinceros: trânsito é uma m3#%@! Por isso, o McDonald´s do Reino Unido criou uma campanha OOH que incentiva os motoristas a relaxarem no caminho para a casa em um dos restaurantes da rede.
Criada pela Leo Burnett, a ação instalou outdoors ao lado de vias movimentadas que mudam a mensagem de acordo com o tráfego. Se o fluxo estiver tranquilo, os painéis apresentam apenas a representação de um Big Mac, mas se as faixas estiverem carregadas a imagem muda e a peça afirma que se o condutor estiver preso no engarrafamento há uma luz no fim do túnel. 
“Intervenções simples e tentadoras estimulam o apetite quando o trânsito está leve, enquanto ações com textos e contextualizações funcionam melhor quando o fluxo é maior e o potencial consumidor fica mais tempo em frente à peça”, disse Dan Dawson, chief technology officer da Grand Visual, empresa que levantou as estatísticas junto com a OpenLoop para conceber a campanha em entrevista para o AdWeek.
Confira abaixo fotos de alguns outdoors que serão instalados em 10 cidades:



Função finalmente começou a ser liberada no aplicativo




São Paulo — O WhatsApp começou a liberar uma função que permite apagar mensagens que você se arrependeu de enviar em uma conversa.

Liberado aos poucos nos aplicativos para Android e iPhone, o recurso funciona com mensagens enviadas até sete minutos atrás.

Para usar a novidade, basta tocar sobre a mensagem enviada que você deseja apagar e selecionar a opção “apagar para todos”.

Não se sabe quando o WhatsApp Web, a versão para uso em computadores, ganhará o recurso.




A Ford Caminhões desenvolveu uma tecnologia inovadora para ajudar os caminhoneiros a rodar com mais segurança e evitar uma situação comum na sua rotina de viagens: o cansaço no volante. Trata-se do Boné Alerta, que à primeira vista parece um boné comum, mas vem equipado com sensores capazes de interpretar os movimentos de cabeça do motorista e avisa ao detectar que ele está sonolento – ou, como se diz popularmente, “pescando” na direção.

O alerta é feito pela geração de três tipos de sinais: vibratório, visual e sonoro, orientando o motorista a fazer uma parada de descanso antes de seguir viagem. O primeiro passo na criação do acessório foi a realização de um estudo para identificar os movimentos do caminhoneiro relacionados à sua rotina normal de trabalho e os que indicam sono. Essa base de dados depois foi transferida para a unidade central de processamento boné, que funciona conectada a um acelerômetro e um giroscópio para identificar cada tipo de situação.


A novidade foi apresentada como parte da comemoração dos 60 anos de produção de caminhões Ford no Brasil, simbolizando o espírito de inovação da marca e o seu investimento constante em pesquisa focada na segurança do trânsito e dos milhares de profissionais que dirigem diariamente para movimentar a economia do País.

“A Ford é a primeira montadora a pensar em um ‘wearable’ (tecnologia de vestir) para utilização enquanto o motorista está ao volante e que pode contribuir na prevenção de acidentes. Dessa forma, reforçamos nosso compromisso de trazer tecnologia embarcada não só nos veículos, mas também em acessórios capazes de facilitar a vida do motorista, e o foco na segurança como prioridade nos nossos investimentos em tecnologia”, disse Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul.

O Boné Alerta da Ford foi testado durante oito meses por um grupo selecionado de motoristas, por mais de 5.000 km em condições reais de rodagem. Ele também foi apresentado a especialistas da área de segurança de tráfego e estudos do sono, que reconheceram o seu potencial para auxiliar na prevenção de acidentes nas estradas.

O protótipo se encontra em fase de testes, com vistas ao processo seguinte de patenteamento e certificação, e ainda não há planos para a sua produção e comercialização no curto e médio prazo. Mas a Ford mostrou interesse em dividir essa tecnologia com parceiros e clientes para avançar no seu desenvolvimento e viabilizar a sua introdução no mercado.
Com o recurso, chamado de Localização Atual, será possível ver onde seus amigos estão ao longo de um período específico, em um mapa



O WhatsApp anunciou nesta terça-feira, 17, uma nova função que pode ajudar quem vive chegando atrasado no encontro com os amigos: a partir das próximas semanas, será possível compartilhar sua localização em tempo real com qualquer contato do aplicativo de mensagens. 
Ao contrário do comando de localização, que mostra apenas onde o usuário está em um momento específico, o Localização Atual exibe por onde o usuário se locomove ao longo de um tempo determinado – antes de compartilhar a localização, é possível escolher por quanto tempo a informação será compartilhada por um contato. 
"O recurso é uma forma simples e segura para informar às pessoas onde você está ou compartilhar seu trajeto", diz a empresa, em um texto em seu blog. No post, o WhatsApp diz que a função é criptografada. Para enviar a Localização Atual, é preciso escolher o contato, procurar "Localização" nos anexos e também a nova opção de "Compartilhar Localização Atual". 
Cada membro da conversa poderá ver onde o usuário está em um mapa – se vários membros de um grupo o fizerem, todos aparecerão no mesmo mapa. Segundo o WhatsApp, o recurso já está disponível para os usuários dos sistemas Android e iPhone, e deve chegar gradativamente a todos os 1,3 bilhões de contas do aplicativo nas próximas semanas. 



Uno, jogo de cartas que é praticado a partir da combinação de cores e números de suas cartas, ganhou uma versão dedicada às pessoas daltônicas, com cartas marcadas com o selo iconográfico do código de cores universal para daltônicos, ou ColorADD.

O sinal pode ser visto próximo aos números das cartas. As cores vermelho, azul e amarelo possuem cada qual um símbolo diferente, que misturados, representam uma nova cor. Ou seja, a partir da combinação entre o traço do cartão amarelo e o triângulo do azul, temos um símbolo formado pela junção dos dois no cartão da cor verde, por exemplo. Ou seja, as cores não são apenas rotuladas pelos sinais, mas também recriadas por meio de suas combinações (o ícone do verde sendo igual a uma junção dos ícones do amarelo e do azul), o que ajuda uma pessoa daltônica a guardar qual cor é qual.

Mattel, empresa detentora dos direitos do produto, aposta na inclusão como um dos principais conceitos do jogo, que possui um design facilmente reconhecido e preços acessíveis no mercado. Não é à toa que é o jogo de cartas preferido em todo o mundo, além de ser o quarto brinquedo mais popular entre os demais. Faltava resolver o problema das cores para que uma de suas palavras-chaves mais centrais fizesse jus à marca.



Antes da solução, a Mattel pensou em mudar as cores das cartas, mas os designers se viram diante de outras combinações de cores que também causam problemas para algumas pessoas, como as cores amarelo e azul, indistinguíveis em casos raros de daltonismo, mas que existem. Logo, a solução foi manter as cores que possuem a maior porcentagem de daltônicos, e agora serão contempladas com uma versão especialmente feita para elas.
author
Commit Design
Agência Digital em São Paulo e Curitiba